sexta-feira, janeiro 11

Até sempre Camarada Mário !!!

Não é fácil, como imaginam, escrever estas linhas.

Faleceu no passado dia 29 de Dezembro o nosso amigo Mário Garcia, após prolongada doença que sempre combateu com uma força digna de admiração por quem o acompanhou mais de perto.

A este blog deu vida e aqui deixou muito do que era.

Deixo aqui o testemunho que os pais me pediram para escrever e que tinha verbalizado na cerimónia da despedida do Mário, não apenas por mim mas também pelos amigos que tanto teriam para dizer.

"Mário,

Todos te reconhecem a tua inteligência, o teu carácter, a tua combatividade e sobretudo a tua amizade. Quando te pediam uma mão estavas disposto a dar o braço.

Estavas sempre pronto a trabalhar quando era necessário. A rir e brincar quando era preciso.

Escreveu Fernando Pessoa no seu poema

Post-Scriptum

Gostaria de saber
Com que sonha quem não sonha,
Que tem para se entreter
E fazer meio-risonha
A vida que há por viver...

Gostaria de sentir
Como é a alma que vive
Sem para a alma sorrir...
Eu sonhei e nada obtive.
Sonharei sem conseguir.

Mas o que fiz e que faço,
Que é nada, como o é tudo,
Guardo no meu ser o traço
Do sonho que me faz mudo,
E rio-me do cansaço...

Os grandes homens da terra,
Os que fazem, sem gramática,
Frases de paz e de guerra,
E sabem tudo na prática
Salvo que a prática erra -

Ah, esses têm presença,
Multidão e biografia...
Que o Fado os tenha na crença
Que esse valer tem valia!...
Casei com a diferença.

Obrigado Mário por seres diferente!.. "

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home