quinta-feira, janeiro 27

Se o arrependimento matasse ...

Mexia

Quem o viu e quem o vê...

Para quem o conheceu, deliciou-se com algumas das suas aulas, apreciou o seu trabalho à frente de empresas públicas ou mesmo que o achou dos ministros mais competentes e com melhor visão estratégica deste governo certamente ficou hoje a pensar que o Dr. António Mexia terá um clone bem diferente do original, depois de ver a sua entrevista ao programa "Negócios da semana" da SIC Notícias.

Como há já bastante tempo não privo mais de perto com ele só tenho acompanhado a sua carreira como todos nós, pelos media. E fiquei com a imagem que provavelmente quis criar. Acontece que se Santana Lopes parece por vezes caminhar para o abismo o mesmo já não esperava de Mexia.

A sua prestação foi simplesmente desastrosa. Mesmo tendo a valia de alguns argumentos de um ponto de vista estratégico não os soube explanar de uma forma clara, foi atabalhoado a defender o SEU programa e deixou-se enredar na defesa de um governo que quem o ouvisse ficava convencido que ele próprio não acreditava na equipe e no seu desempenho.

Nunca o vi, mesmo quando sabia que não tinha razão, tão apagado, desmotivado e sem a chama do costume.

Talvez ainda não esteja arrependido de ter aceite o convite para ser ministro mas certamente já o está de ter aceite fazer o programa de um partido em que não acredita.

Ou talvez não, se tudo fizer parte de uma estratégia mais global de um grupo concreto...

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home