sexta-feira, setembro 9

Força Mário!


Aqui está Mário Soares. Aqui estamos, homens livres do centro e da esquerda, com ele.
Onde está o outro?

16 Comments:

At 21:55, Blogger Manta de Retalhos said...

O outro chama-se Manuel Alegre, figura maior da nossa democracia, do PS, de Portugal, indevidamente "chacoteado" por pseudo democratas, não podemos esquecer os contornos tristes desta história, amigos de longa data que devem um ao outro muito, que saem desavindos pelas atitudes menos esclarecidas e esclarecedoras de um neoliberal que é, ao mesmo tempo, Secretário-Geral e Primeiro-Ministro.

Como anunciou o outro, peço desculpa aos Portugueses por votar neste governo.

 
At 11:22, Blogger HB said...

"Figura maior" de quê? Podia-me dizer algum cargo (basta um) de real importância que Manuel Alegre tenha desempenhado?
Podia-me informar sobre alguma campanha que tenha liderado e vencido (Câmara de Coimbra, Secretário-Geral, etc.)?
O amigo, de longa data, Alegre é o mesmo que traiu o João Soares nas últimas eleições internas, ou é outro?

 
At 13:08, Blogger Quinta dos Fildalguinhos said...

Os homens não se medem pelos cargos que ocuparam ou não, os homens medem-se pelas qualidades humanas, e ai Manuel Alegre dá meças a muitos.

Quanto à alusão que faz à traição a João Soares quero dizer-lhe o seguinte:

João Soares não é Mário Soares.

João Soares tentou, e de certa forma conseguiu tramar Ferro Rodrigues, fez uma campanha odionda contra uma pessoa que herdou um PS esfrangalhado por Guterres, e ai Manuel Alegre não gostou, mas dizer que traiu..., Manuel Alegre representava o candidato pró Ferro Rodrigues nas eleições internas, enquanto João Soares representava a candidatura anti Ferro Rodrigues, e dai o fraco resultado, digo mesmo humilhante.

 
At 23:55, Blogger HB said...

Para o homem que quer ser Presidente da Câmara de sintra foi um resultado digno.
Para o homem que quer ser Presidente da República, isso sim, foi uma humilhação!

 
At 12:52, Blogger Quinta dos Fildalguinhos said...

Caro HB

Aqui está o link da biografia de Manuel Alegre, ali pode ler os cargos que ele ocupou e ocupa, se para si, por exemplo, ser vice-presidente da AR não é nada?

http://quintafidalguinhos.blogspot.com/2005/09/biografia-de-manuel-alegre.html

Nada me move contra João Soares, mas por favor dizer que 2%, mesmo para um candidato a presidente de câmara, é um resultado digno? por favor...
Quanto ao resultado de Manuel Alegre, nós reconhecemos ficou aquem dos 20 a 25% que esperávamos mas quero dizer-lhe teve um resultado 600% melhor do que João Soares, mesmo para alguém que quer ser PR é um resultado honroso e digno.

 
At 18:33, Blogger HB said...

Caro:

1º- A biografia que sugere revela algo que eu suspeitava: Manuel Alegre não é licenciado, pois não?

2º- Pois que tendo sido vice presidente da AR na anterior legislatura do PS, eu esperava que fosse o actual presidente. Mas sobre isso meteu o rabinho entre as pernas... Precisamente Manuel Alegre deveria remeter-se ao seu papel de referência moral, mas não. Está iludido sobre uma impossível corrida.

3º- Da minha parte, nem se trata de existir Mário Soares. Na verdade, Alegre ao defender a caça e a tourada, como poucos, posiciona-se no grupo de homens em que eu jamais votaria. Para já não falar na vergonha da sua posição contra a co-inceneração.

4º- Não tenham medo. Soares vai ganhar à segunda volta. E tanto faz se com ou sem os poucos votos que Alegre vai obter na primeira.

 
At 19:44, Blogger Quinta dos Fildalguinhos said...

Para si não ser licenciado é um caso de exclusão, isso já entendi.

Manuel Alegre estudou Direito em Coimbra, não se licenciando, agora pergunto:

Onde está escrito que para se ser PR é necessário ser licenciado?

Desculpe que eu lhe diga mas para alguém que se diz socialista o Sr. Tem alguns preconceitos inexplicáveis, ou serão explicáveis por outro motivo qualquer.

Quando moralmente e eticamente não se pode atacar alguém, vai-se encontrar na vida particular e até publica algo que sirva como arma de arremesso, o sr. Foi buscar a caça e as touradas, francamente se existe algo com que eu embirro é a tourada, mas isso não serve para que eu não apoie um homem livre e de bons costumes como Manuel Alegre que tem outros méritos mais bem conhecidos que a faceta de aficionado e caçador, quanto à co-inceneração é uma opinião que eu partilho, pois não gostaria de ver, em primeiro lugar uma cimenteira e em segundo lugar a co-incenerar ao pé de minha casa, Manuel Alegre foi ao encontro daquilo que a população que o elegeu pensava, não nos podemos esquecer que Manuel Alegre foi eleito pelo Distrito de Coimbra, José Sócrates na altura, assim como agora, mostra uma insensibilidade muito grande em relação aos problemas daqueles que o elegeram, é uma característica dos liberais.

Quanto a Mário Soares que é uma pessoa que eu admiro e respeito a quem Portugal a Democracia e o PS deve, e muito, vou sempre pensar que nada teve a ver com este caso lamentável, e que isto não passou de uma “sacanice” do “amigo” Sócrates, que pensou de uma cajadada se ver livre de dois “coelhos”, vai o tiro sair-lhe pela culatra, a bem da Republica e da Democracia a vitória é nossa ganhe Manuel Alegre ganhe Mário Soares, embora, e que fique bem claro, eu apoie Manuel Alegre.

Cumprimentos

 
At 12:05, Blogger HB said...

Caro:

Entendeu-me mal... Eu só perguntei, não precisava acusar o toque. Aliás, o Jerónimo de Sousa também não é licenciado e é candidato. ´Só perguntei porque, diabo, estamos a eleger o Presidente da Républica, não o Presidente da Junta e portanto convém conhecer o percurso dos candidatos.
Aliás eu não tenho dúvidas que o Manuel Alegre é um político 100%profissional.

E olhe acusações pessoais não fiz. Constatei factos publicamente reconhecidos e frequentemente afirmados pelo próprio! O senhor é que faz acusações pessoais a José Sócrates, que só se devem a algum desconhecimento. É que não se tratou de uma "sacanice". Tratou-se de impor alguma sobriedade a uma situação que mais parece uma bebedeira colectiva, embora de poucos elementos.

Quanto ao "homem livre e de bons costumes", entendo, respeito, mas isso são referências maçónicas paralelas, que não são para aqui chamadas. Tenho a certeza que muitos maçons apoiam óutros candidatos.

Sobre a co-inceneração o senhor deveria estar calado porque revela que não percebe nada do assunto. Aliás a exemplo do próprio Alegre que anda muito caladinho sobre a matéria.

E agora um momento de humor: quando vejo o Manuel Alegre, com aquele seu ar... a fazer comentários de candidato, lembro-me sempre daquelas declarações que fez todo inchado à porta da sede, no Rato: "Não sou candidato a Sec. Geral. Eu se quisesse ter sido Secretário Geral do PS já tinha sido há muito tempo". Ya. O mesmo se aplica em relação à Presidência da República.

Agora há algo de suspeito na estratégia de Manuel Alegre e dos que o apoiam. É o que eu chamo o síndrome bloquista. É a doença de preferir uma vitória de Cavaco, para infligir uma derrota a Sócrates. Aliás veja-se o tom odioso com que o camarada a ele se refere.

Pois que eu não apoio Soares para derrotar ninguém. Apoio-o porque o acho o maior de todos!

Viva Mário Soares!
Viva Portugal!

Cumprimentos.

 
At 12:50, Blogger Quinta dos Fildalguinhos said...

Caro HB

Manuel Alegre o que disse à porta do Rato foi que não queria ser candidato a 1º Ministro, mas adiante, O MASP III perdeu o fulgor existente aqui à semanas atrás, Soares começou a disparar a torto e a direito em todas as direcções, começando por acusar a imprensa de nada dizer, nos últimos tempos, como se mais nada houvesse para dizer, sim porque as autárquicas foram uma coisa de menor importância, sua Exa o Sr Dr. Mário Soares é que é importante, acerca das suas actividades presidenciáveis, desculpe amigo HB o homem não vê que com atitudes deste tipo perde mais do que ganha? Não se esqueça que o povo que vai votar nas próximas presidências não é o mesmo que votou aqui á 20 anos atrás, sim, porque o MASP I foi à 20 anos atrás, as condições são completamente dispares, hoje existe uma consciência de esquerda a maioria do povo é de esquerda, não se vê em Soares nem em Cavaco, mesmo dentro do PSD Manuel Alegre tem eleitorado, dentro do PS além de Cavaco não ter expressão Mário Soares está a começar a perder eleitorado, declarações infelizes como o apelo ao voto no filho o povo já não perdoa, Soares corre o risco de sair esfrangalhado desta contenda o que para mim é pena, um homem com um passados lindo como o de Mário Soares ficar como nódoa a não eleição para a presidência e ainda por cima perde-la para um irmão de partido, é triste, para Soares, mas é o que pode acontecer.

Caro HB

Para si afirmar que Sócrates é neoliberal é uma acusação? Para mim é uma afirmação e nada desprestigiante, o necessário é ele assumir, assumir a sua veia liberal e não socialista, sempre existiram liberais e neoliberais dentro do PS, uma das riquezas do PS é a sua diversidade ideológica, embora eu não concorde com essa diversidade. O PS assume-se como partido de esquerda? Se sim, não pode ser de cariz liberal, se não, não é de esquerda.

 
At 18:58, Blogger HB said...

Caro:

Você é que disse que o Sócrates tinha feito uma "sacanice". Não tinha falado de "neoliberalismo". Isso não seria uma acusação pessoal. Seria uma mentira política.

O resto do seu último comentário é pura retórica, dirigida a dividir a esquerda. Espere lá que eu já lhe dou o troco. Leia o meu próximo post sobre a mega entrevista de Manuel Alegre à... TV Cabo, SICN... Não se consegue meter o homem num canal generalista?

 
At 21:27, Blogger Quinta dos Fildalguinhos said...

HB

Tem duvidas que Sócrates o que quis foi "arrumar" duas pessoas que lhe são ou podem vir a ser incomodas?

Penso que todos sabem, você não sabe? que Mário Soares não "morre" de amores por Socrates, o mesmo se passa com Manuel Alegre, colocar dois amigos às turras foi, pensou Sócrates, de génio, o tiro vai sair-lhe pela culatra.

HB você afinal é mais ingénuo do que eu pensava, então você não acredita que Sócrates seja neoliberal? as medidas, as politicas, o discurso, tudo cheira a neoliberalismo, são medidas draconianas como as que Sócrates tomou e vai tomar, que o definem como liberal, Cavaco, Ferreira Leite, Morais Sarmento e outros, não fariam melhor, existe, por parte de alguns comentadores políticos, uma teoria que eu já estive mais longe de a apadrinhar, que PS e PSD são verso e reverso da mesma medalha.

Quando entrei para o PS coloquei-me no centro esquerda do partido, já lá vão mais de 30 anos, hoje sinto que não existe espaço para mim no PS, estou à esquerda mas sem espaço dentro do PS, as minhas referencias são homens que deixaram de pertencer aos quadros do PS ou por morte ou por afastamento, ficou como referência dessa esquerda Manuel Alegre é nele que encontro a minha ancora para não ir aportar a outras aguas, aqui vou ficar sempre ao lado dele até ao fim.

 
At 15:25, Blogger Quinta dos Fildalguinhos said...

Mário Soares no seu melhor

Após os resultados eleitorais diz:

A derrota do PS não me tirou um minuto de sono, pois não, acrescento eu, mas tirou-lhe muitos votos.

 
At 15:37, Blogger HB said...

Caro:

As suas constantes qualificações a mim, aos "históricos" e aos dirigentes do PS são de um paternalismo atroz.

O meu caro amigo só poderia mesmo apoiar Alegre: a vaidade burguesa é exasperante!

A sua dialéctica dispara liberalismo para todo o lado: até para o Sócrates, que escolheu Vieira da Silva, Correia de Campos, António Costa, Mário Lino e outros ministros. São estes exemplos neo liberais?

A sua orientação política espelha bem a desorientação de Manuel Alegre: quer uma luta contra e não para. Contra Sócrates, contra o PS, contra as distritais, federações e seus dirigentes.
Não admira que conclua que sente que não há espaço para si.

Mas garanto-lhe que há: isso é que é a vida num partido democrático e de não inspiração estalinista. O espaço meu caro, só tem de o encontrar e não de o forçar, como querem os de Alegre.

 
At 20:01, Blogger Manta de Retalhos said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

 
At 20:04, Blogger Quinta dos Fildalguinhos said...

HB

Você deixa-me sem palavras, fiquei atónito com a inqualificável prosa que me “dedica”, inqualificável porque inútil, inútil porque não se aplica, de forma nenhuma, à minha pessoa, vou ser irónico, não é por um fascista ler Marx, Engels, Lenine e outros teóricos comunistas que passa a ser, também ele, comunista, assim como, um primeiro ministro por ter escolhido para algumas pastas ministros conotados com a esquerda socialista passa também ele a ser socialista.

As pessoas valem pela forma como pensam e actuam, pelo seu discurso e forma de estar, neste caso na politica, e ai José Sócrates, tem uma actuação neoliberal, tem um discurso neoliberal e uma postura também ela neoliberal, não lhe vou aqui apresentar nenhum exemplo, no entanto dou-lhe uma pista (significado de direitos adquiridos).

A minha orientação politica é de um homem que muito dificilmente se reverá no PS, não me vou posicionar nem à esquerda deste nem à direita, até porque, ser de esquerda é uma forma de estar, de pensar e actuar, ser de esquerda é quebrar com os conceitos e preconceitos, é não ser pragmático, e muito menos, teórico, ser de esquerda é não ter partido e ser de todos os partidos, é uma forma de pensamento livre e libertador, ser de esquerda é ser sonhador, e até utópico se quiser, mal do homem que só se revê nos partidos como se mais nada existisse, PS, BE, PCP ou mesmo PSD são siglas que nada dizem, o que conta são as ideias dos homens que pela casualidade “vestem” as siglas, as ideias de esquerda não são da responsabilidade das siglas mas dos homens, eu acredito que todo o nosso espectro politico é atravessado por homens com ideais de esquerda, e por isso, Manuel Alegre tem a vantagem de não ser apoiado por nenhuma sigla, porque é um homem de esquerda, desta esquerda que eu falo e acredito.

 
At 12:09, Blogger Roberto Iza Valdes said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home