quinta-feira, julho 29

"O país, segundo a versão do PSD"

Alguém disse que o país está cheio de "esperança, convicção e confiança". Pelo menos é o que relata o Público.

Não tenho dúvidas de que é necessária esperança, convicção e confiança. Não tenho mesmo dúvidas de que existam. O que sei é de que daí a estar o país cheio de ... vai uma grande diferença.

Não sei mesmo se é do meu país de que se fala.

Vivemos num país cheio de casos positivos, de mentalidades ganhadoras e de gente credenciada nas suas áreas pelos nossos e pelos de outras nacionalidades.

Cabe naturalmente a todos nós potenciar essa "onda positiva" e obviamente, mais que a todos, ao governo do país. É este que tem que dar o exemplo, o que diga-se em abono da verdade não tem acontecido.

Desde as trapalhadas da formação do governo (ministros e secretários de estado), a discursos atabalhoados, quase-promessas e apenas intenções de "ver se pega" tivemos de tudo este mês.

A "onda positiva" não pega se for enfatizada sem convicção, sem nexo e sobretudo com protagonistas sem crédito. Não será com certeza com tempos de antena "bem trabalhados" que o farão.

Resta-nos a nós remar contra a maré. Criticar sim, pela positiva, sem descurar de que as "bocas" também são úteis para levantar o moral. Com o governo restar-nos-á incluí-lo, se continuar com a performance destas semanas, nos Malucos do riso.

Tenho esperança de que o consigamos fazer pela positiva.
Tenho convicção de que com este governo não vamos lá.
Tenho confiança de que o futuro será melhor assim, se o fizermos pela positiva.

Vamos a isto !!!

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home